ACESSIBILIDADE

Página Inicial > DESTAQUES > Dicas para aproveitar a Black Friday com segurança

Notícias

Dicas para aproveitar a Black Friday com segurança

Por Redação

Compartilhar

A tão esperada Black Friday, na próxima sexta-feira (25/11), está chegando. Muitos consumidores já estão preparados para aproveitar os descontos prometidos e comprar um produto há muito desejado, algo necessário, ou até mesmo fazer as compras do Natal.

Entretanto, para que o prazer da compra não se torne um pesadelo, é necessário ter cautela e seguir algumas orientações que vão garantir a sua tranquilidade antes e depois da transação.

 Planejamento:

Antes da pesquisa de preços, o mais importante é ser prudente. Verificar o orçamento e planejar como vai pagar, se à vista ou parcelado e se as parcelas serão suportadas nos próximos meses.  Também, para não cair na tentação de comprar o produto "porque está na promoção", é importante fazer uma lista de prioridades.

 Pesquisa:

A pesquisa de preços é, sem dúvida, a maior garantia que o consumidor tem para saber se adquiriu o produto com desconto ou se o adquiriu "pela metade do dobro". Para auxiliar o consumidor nestas pesquisas, muitos sites disponibilizam ferramentas que possibilitam enviar um e-mail ou SMS com as ofertas ao consumidor cadastrado, facilitando a comparação com preços anteriores à Black Friday. A Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico disponibiliza uma lista com as empresas que se comprometeram a respeitar as boas práticas  comerciais, com foco no respeito aos direitos dos consumidores, durante o período da Black Friday.

Custo do frete:

O desconto oferecido no produto não pode ser repassado para o frete. Atenção, analise se o custo do frete não supera o valor do desconto oferecido em outras lojas.

Mas, além do planejamento e da pesquisa das melhores ofertas, o PROCON Paulistano alerta os consumidores para as compras de produtos que, embora estejam muito abaixo do preço anteriormente ofertado, possam conter vícios que tornem o seu uso limitado.

Produtos avariados:

É muito comum a oferta de produtos que contêm vícios aparentes com desconto maior. Verifique se o defeito não vai impedir a utilização do produto. De qualquer forma, permanece a garantia legal de noventa dias para o  fornecimento de serviço e de produtos duráveis e trinta dias para serviços e produtos não duráveis.

Produtos fora de linha:

Também é importante atentar se o produto não está "fora de linha" e se atende às suas necessidades. Não é possível obrigar o fornecedor a realizar a troca pelo simples fato de outro produto  de melhor qualidade ter sido colocado no mercado. Ademais, peças e acessórios ficam mais difíceis de ser encontrados quando não há mais demanda daquele produto.

Atenção!

Não se descuide dos sites falsos. Neste período são crescentes as reclamações sobre a oferta de produtos em sites e redes sociais com o objetivo de fraudar o consumidor. Portanto, antes de realizar a compra, pesquise se o fornecedor do produto ou do serviço possui, por exemplo, endereço físico, cadastro na Receita Federal e se os canais de atendimento estão funcionado adequadamente.